Dicas Importantes – parte 3


Tirando o máximo proveito do motor

Dirigir carro popular exige uma conduta diferente da usada em outros modelos. Com 1.000 cc, esses carrinhos exigem o uso excessivo do acelerador e frequentes reduções de marchas para acompanhar os demais veículos. Para extrair o máximo rendimento de um popular na estrada, mantenha sempre rotações elevadas, esticando bem todas as marchas. Atualmente, a maioria dos populares equipados com injeção eletrônica traz um dispositivo que corta a ignição/alimentação quando a rotação atinge seu limite, evitando danos ao motor.

Como utilizar melhor os retrovisores

Retrovisores servem para auxiliar em manobras, nas mudanças de direção e para ver os veículos que vão ultrapassá-lo. Apesar de ter a mesma função, eles apresentam algumas diferenças entre si: os laterais, por exemplo, exibem os veículos em uma proporcão menor que a do central. Esta distorção da imagem pode confundir o motorista na hora de avaliar a distância real em relação ao carro que vem atrás. Além disso, os espelhos laterais têm uma zona morta (campo visual neutro), que esconde o veículo de trás quando este se aproxima muito de seu carro, durante a ultrapassagem. Cuidado para não ser surpreendido pelo outro veículo que passa ao seu lado quando decidir mudar de faixa.

Marcando sua posição na estrada

Ver e ser visto é o código de segurança nas estradas. Está comprovado: manter os faróis acesos de dia, durante toda a viagem, ajuda a reduzir os riscos de envolvimento em acidentes. Muito mais que no trânsito, nas rodovias -onde se trafega em velocidades elevadas- é fundamental sinalizar todas as suas manobras. Sempre que for ultrapassar algum veículo acione a seta (pisca-pisca) e deixe-a ligada. Antes de passar por caminhões e ônibus, dê uma leve piscada de farol ou um toque na buzina. Em caso de chuva forte ou névoa, ligue a luz traseira de neblina para marcar a sua posição na estrada.

Dirigindo sob neblina intensa

No inverno aumenta a incidência de neblina nas estradas, principalmente durante a madrugada e parte da manhã. Um recurso que alguns motoristas adotam é ligar o farol alto, mas em vez de ajudar eles só prejudicam a visibilidade. O correto é utilizar os faróis baixos, ou melhor ainda, apenas os faróis de neblina (se houver). Quando mais baixo for o foco, melhor será a visualização da pista. Em alguns modelos, com regulagem elétrica de faróis, uma alternativa é orientar o facho na posição mais baixa possível. Não esqueça de acionar também a luz traseira de neblina, se houver esse dispositivo em seu carro.

Combatendo o sono em viagens

O sono é um inimigo dos motoristas. Ele costuma ser implacável nas viagens mais longas, quando se fica longas horas sentado, ao volante. Para combater o sono, faça uma parada a cada duas horas. Procure caminhar enquanto descansa. Lave o rosto e a nuca com água fria, depois tome um café e a seguir uma coca-cola (ambos são estimulantes). Compre alguns chicletes para mascar enquanto guia; eles o manterão ocupado e acordado. Dirija com as janelas semi-abertas e oriente o fluxo da circulação do ar (sempre frio) para o rosto. Ligue o rádio e aproveite para movimentar as pernas nas descidas. Se tudo isso não resolver, encoste o carro em um local seguro (posto ou hotel) e durma por algumas horas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *